Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Tração animal pode reduzir uso de enxada de cabo curto

As autoridades governantais em Nampula estão a incentivar o uso de tração animal em todas as comunidades, por forrma a garantir o aumento das áreas de produção ao nível dos sectores associativo e familiar.

Esta prática visa, segundo o governador da província de Nampula, reduzir, de forma paulatina, o uso da enxada de cabo curto que não pernite que os camponeses produzam o suficiente para o seu auto sustento. O governador, que falava em conferência de imprensa, anunciou algumas das principais realizações do seu exectivo ao longo dos últimos dois meses de mandato.

Na agricultura, considerada base de desenvolvimento da província e do país em geral, Felismino Tocoli disse que os resultados são bastante promissores, a avaliar pelo massivo engajamento das populações na respectiva produção, associada à queda regular das chuvas nos primeiros meses do ano. De acordo, ainda, com o o governador da província, a experiência do uso de tractores e de tracção animal já produziu resultados animadores para o executivo de Nampula, que continua a disseminar as novas tecnologias, com a ajuda de alguns técnicos de extensão.

Na presente campanha agrícola foram lavrados 2.780 hectares com recurso a tractores e cerca de 600 hectares através de tracção animal. O Programa de Apoio â Produção de Alimentos ( PAPA) e o Fundo de Investimento às Iniciativas Locais ( FIIL) constituem, segundo a fonte, outro catalizador do aumento da produção agrícola na província de Nampula. De acordo com aquele dirigente, na campanha 2009/2010 foram planificadas 1.580 hectares para uma produção estimada em 4.750 mil toneladas de produtos diversos. Dos 1.580 mil hectares, cerca de 80 por cento da área se destinam à culturas alimentares.

Em relação à mandioca, que constitui base alimentar das populações ,sobretudo das zonas rurais, prevê-se uma produção de cerca de quatro mil toneladas. A fonte disse que prosseguem preparativos para a segunda época, tendo, para o efeito, sido disponibilizados cerca de 240 kg de sementes de milho, 25 de soja, 100 kg de batata reno e cerca de 200 mil estacas de mandioqueira.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!