Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Tete: Ntemangau com sérios problemas de roubo de gado bovino

Os residentes da localidade de Ntemangau, distrito de Changara, província central de Tete, denunciaram a impunidade dos ladrões de gado bovino, que, nos últimos tempos, têm aumentado as suas incursões roubando animais criados na base de sacrifício.

A denúncia foi feita pelos residentes de Ntemangau, durante o comício que o Presidente moçambicano, Armando Guebuza, orientou naquela localidade e que marcou o início da Presidência Aberta, que o levará a escalar além de Changara os distritos de Moatize, Songo, Macanga e Tsangano. Os residentes, que não especificaram o número total de bovinos roubados, se queixam das incursões de salteadores, que, muitas vezes, são surpreendidos na posse de cabeças e, na sequência disso, detidos e entregues as autoridades policiais.

Na ocasião, foram apontados casos de criadores que chegaram a perder quase metade do seu gado devido a acção dos ladroes. Curiosamente, as viaturas usadas pelos ladrões de gado para as suas incursões, quando capturadas e entregues à Polícia juntamente com os seus ocupantes, estas são reclamadas e devolvidas aos respectivos proprietários, facto que não acontece com o gado.

Num caso mais recente, os ladrões surpreendidos na posse de gado bovino foram capturados pelos residentes e entregues as autoridades. O suposto proprietário da viatura usada no crime apareceu a reclamar a sua devolução, vontade que não se consumou dada a resistência da população que exigia, em troca, todas as cabeças roubadas.

O suposto proprietário tratou de contactar o comando provincial na cidade de Tete que, fazendo uso dos poderes de que foi investido, ordenou a devolução imediata da viatura ao seu dono, sem, no entanto, dar qualquer explicação sobre o paradeiro do gado roubado.

A decisão enfureceu sobremaneira os criadores de Ntemangau que se viram desprovidos de um bem de valor preponderante nas suas vidas, dado que fornece a proteína animal em tempos de seca, altura em que a agricultura pouco ou nada rende para a subsistência das populações. Armando Guebuza, que não prometeu soluções milagrosas para os vários problemas que inquietam os residentes da localidade, disse apenas que todas as preocupações levantadas no comício merecerão o tratamento devido, com vista a garantir o bem-estar dos criadores daquele pacato lugarejo.

O estadista moçambicano aproveitou a ocasião para agradecer a todos aqueles que votaram na Frelimo e no candidato, neste caso ele próprio, e prometeu estar sempre ao lado dos que depositam confiança nele na busca de mais soluções para os problemas prevalecentes.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!