Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

https://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.html
ADVERTISEMENT

Terramoto no Centro de Moçambique danificou pelo menos 427 habitações

Terramoto no Centro de Moçambique danificou pelo menos 427 habitações

foto do  Instituto Nacional de Minas O terramoto de magnitude 5,5 na escala de Ritcher registado na manhã do passado sábado(22) no Centro de Moçambique, com epicentro na Província de Manica, causou dez feridos ligeiros e danificou pelo menos 427 casas de habitação.

Registado pelo Instituto Nacional de Minas às 07h:37min:37s,  a 20 quilómetros norte da localidade de Chiurairue, no distrito de Mossurize, na Província da Manica, a uma profundidade de 7,5 quilómetros o abalo sísmico foi também sentido nos distritos de Barue, Gôndola, Guru, Machaze, Manica, Macossa, Macate, Sussundenga, Tambara e Vanduzi(na Província de Manica); nos distritos de Inhassoro, Funhalouro, Guvuro, Mabote, Massinga e Vilankulo(na província de Inhambane); nos distritos de Chicualacuala, Chigubo, Mabalane e Massangena(na Província de Gaza); e ainda nos distritos de Buzi, Caia, Chibabava, Cheringoma, Dondo, Gorongosa, Muanza, Maringue, Machanga, Marromeu e Nhamatanda(na Provóincia de Sofala). Existem relatos do tremor ter sido sentido em alguns regiões do Zimbabwe.

Um balanço preliminar das autoridades locais indica que pelo menos 427 casas foram afectadas, das quais 108 destruídas totalmente, 100 com fissuras graves e 219 com fissuras ligeiras. Há registo de dez feridos ligeiros.

Moçambique é propenso a ocorrência de fenómenos naturais de origem geológica pois localiza-se na margem Este da placa Nubiana e no extremo Sul do Sistema do Rift Este Africano.

O geólogo Vladimir João Manhiça revelou ao @Verdade que em “quase todo o país há actividade sísmica, inclusive na zona de Maputo(onde são de magnitude baixa, 2 graus), mas na zona Centro a intensidade é maior”.

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!