Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Sofala: população denuncia desvio de donativos

A JAM (Joint-venture Aid Management), uma Organização Não-Governamental (ONG) que trabalha em parceria com as autoridades da Educação em Sofala, é acusada de desviar recursos destinados ao apoio nutricional de crianças vulneráveis de algumas escolas daquela província do Centro de Moçambique. 

A denúncia foi apresentada por um membro da comunidade do Posto Administrativo de Inhamitanga, distrito de Cheringoma, falando último Domingo durante um comício popular dirigido pela Primeira-Dama da República, Maria da Luz Guebuza, no quadro da sua visita a Sofala.

O denunciante não avançou muitos detalhes sobre este caso, mas depois foi ouvido por responsáveis do sector da Educação a nível provincial para se apurar mais informações. Falando à imprensa, a Directora Adjunta da Educação e Cultura em Sofala, Fátima Batalhão, prometeu prosseguir com a investigação visando apurar a veracidade da acusação.

Ela confirmou, no entanto, que a JAM trabalha na distribuição de apoio nutricional a 32 escolas do distrito de Dondo, 36 de Cheringoma, 48 de Nhamatanda e 11 da cidade da Beira. “Quando há informações deste género tomam-se medidas. Não podemos pactuar com este tipo de infracções de desvio de bens destinados a crianças órfãs”, disse ela. Comentando sobre esta denúncia, a esposa do Presidente moçambicano apelidou os que desviam bens destinados a crianças de “sanguessugas”.

“As pessoas com este tipo de procedimentos devem ser penalizadas porque vivem a custa do sofrimento dos outros”, disse ela, sublinhando que “essas pessoas são sanguessugas, pois são como piolhos que não trabalham, vivem chupando o sangue dos outros”. Ainda na sua intervenção, Maria da Luz Guebuza apelou aos líderes comunitários e as populações no geral para continuarem a denunciar casos de desvios de donativos destinados as populações vulneráveis, incluindo crianças.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!