Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Sobe para 646 o número de mortos por terremoto no Equador

O número de mortos no devastador terremoto que atingiu a costa norte do Equador há uma semana saltou para 646, disse o presidente Rafael Correa neste sábado.

Embora o presidente tenha mencionado o resgate de 113 pessoas, a tragédia, a pior em quase 70 anos, deixou 130 desaparecidos, quase 12.500 feridos, 26 mil desabrigados e biliões de dólares em perdas que irá afetar a economia do menor país da OPEP, já em dificuldades.

“Têm sido dias tristes para o país. O país está em crise”, disse o presidente mostrando uma foto com números actualizados durante sua habitual falara para rádio e televisão.

“Neste momento de crise precisamos muito calma, dedicação, sacrifício, mas com grande eficiência e eficácia.”

Desde que o terremoto de magnitude 7,8 atingiu a costa do Equador no sábado passado, mais de 700 tremores secundários ocorreram, forçando as pessoas a abandonar suas casas ou dormir ao ar livre com medo de que as suas casas caiam.

Segundo Correa, o país precisa de até 3 biliões de dólares para a reconstrução das áreas devastadas, por isso ele propôs um aumento temporários de impostos, a venda de ativos não prioritários e a emissão de títulos no mercado internacional.

O aumento de impostos não vai afectar os moradores das áreas destruídas e terá de ser aprovado pela Assembleia Nacional, na qual Correa tem maioria, no prazo máximo de um mês.

Neste sábado, bancos privados anunciaram a reestruturação de dívidas dos seus clientes nas áreas adjacentes ao terremoto.

Embora o presidente tenha dito que os resgates vão continuar por até mais duas semanas, o ministro do Interior, José Serrano, disse na véspera que nas últimas 48 horas de busca não foram encontrado mais sobreviventes.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!