Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

SNJ eleito presidente da mesa da Assembleia Geral

O Sindicato Nacional de Jornalistas de Moçambique (SNJ) assume, desde ontem, segunda-feira, a presidência da Mesa da Assembleia Geral da Federação dos Jornalistas de Língua Portuguesa, proclamada no último domingo, na cidade de Lisboa, capital de Portugal.

A Assembleia Constituinte da Federação dos Jornalistas de Língua Portuguesa, realizada de 5 a 7 de Dezembro corrente, na capital portuguesa, elegeu, ainda, por unanimidade e aclamação, o Sindicato Nacional de Jornalistas de Moçambique (SNJ) para a vicepresidência do Conselho Fiscal e membro do Conselho de Ética e Deontológica da organização supra continental.

Integrando os sete países de língua oficial portuguesa, nomeadamente Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné – Bissau, Moçambique, Portugal e São Tomé e Príncipe, a Federação dos Jornalistas de Língua Portuguesa é presidida por Angola, através da Associação de Jornalistas Económicos de Angola (AJECO) e tem como vice-presidente o Sindicato de Jornalistas e Técnicos da Comunicação Social da Guiné – Bissau.

O Brasil, que deverá INDICAR, até 31 de Janeiro de 2010, o sindicato que o representará nos órgãos sociais da federação, assume o Secretariado e o cargo de tesoureiro, uma vez acolher a sede do órgão, enquanto oSindicato de Jornalistas de Portugal foi eleito vogal da Direcção Executiva. A presidência do Conselho Fiscal é assumida, nos próximos três anos, pela Associação dos Jornalistas de Cabo Verde e o Sindicato dos Jornalistas e Técnicos da Comunicação Social de São Tomé e Príncipe assume o cargo de Secretário. Brasil, o Sindicato dos Jornalistas de Portugal e o Sindicato Nacional de Jornalistas de Moçambique, são os integrantes do Conselho de Ética e Deontologia.

A Assembleia Constituinte da Federação dos Jornalistas de Língua Portuguesa , que terminou esta segundafeira, em Lisboa, aprovou, ainda, o plano geral de actividades a ser desenvolvido nos próximos três anos e marcou já a próxima assembleia geral ordinária para daquí a doze meses em São Paulo, Brasil. É principal objectivo desta federação promover a cooperação entre os sindicatos e associações de jornalistas de países de língua oficial portuguesa, incentivar a formação dos profissionais da comunicação social dos sete países, e buscar fundos e apoios, nos respectivos países, para o pleno desenvolvimento da actividade dos jornalistas e dos respectivos sindicatos e associações profissionais.

Desde já ficou assente que outras associações e sindicatos de jornalistas dos países de língua oficial portuguesa, querendo, poderão filiar-se à federação. O Sindicato Nacional de Jornalistas de Moçambique esteve representado neste encontro pelo respectivo Secretário Geral, Eduardo Constantino, e pela Secretária da Administração e Finanças, Maria Esperança Macovela.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!