Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Seis caçadores furtivos mortos e 26 detidos em Gaza

Seis caçadores furtivos de nacionalidade moçambicana foram mortos no corrente ano e outros 26 encontram-se detidos, na província de Gaza, sul de Moçambique, segundo as autoridades policiais.

O porta-voz da Polícia moçambicana (PRM) em Gaza, Jeremias Langa, num breve contacto telefónico com a AIM, explicou que os seis caçadores foram mortos nos últimos nove meses pela Polícia sul-africana, no Kruger Park, a maior área de conservação de fauna bravia daquele país.

No ano passado, também foram mortos seis moçambicanos no Kruger Park”, disse Langa, explicando que, no período em alusão, foram registados 20 casos de caça furtiva contra 23 em igual período do ano anterior.

Segundo a fonte, em 2014 foram detidos 23 caçadores furtivos.

Langa revelou que a Polícia, a nível daquela província, apreendeu 22 armas dos caçadores, 16 pontas de marfim, quatro de rinocerontes e quatro viaturas usadas pelos caçadores.

“Apreendemos 80 carcaças de animais diversos”, avançou Langa, para quem a Polícia sul-africana penaliza com a morte imediata dos cidadãos encontrados a caçar. “Na África do Sul, os polícias não perdoam, basta cruzarem-se com caçadores furtivos, a única pena que dão é a morte”.

Nos últimos cinco anos, cerca de 500 moçambicanos envolvidos na caça ilegal no Kruger Park foram mortos pelas autoridades sul-africanas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!