Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Sector de Turismo avalia desempenho

O Ministério moçambicano do Turismo (MITUR), realiza a partir desta segunda-feira, em Maputo, o seu quarto Conselho Consultivo Alargado com objectivo de avaliar o desempenho do sector ao longo dos últimos anos.

Segundo um comunicado do MITUR recebido pela redacção da AIM, durante o encontro de três dias serão discutidos vários assuntos, sendo de destacar a estratégia de divulgação da Marca Moçambique aprovada no ano passado pelo Governo. No decurso do quinto Conselho Consultivo, a província nortenha de Nampula vai partilhar a sua experiência de zoneamento de áreas para a implantação de projectos turísticos, enquanto que a província da Zambézia, no centro do país, vai apresentar o seu plano estratégico de desenvolvimento do turismo.

De referir que na Zambézia existem potencialidades turísticas que não estão a ser devidamente exploradas, como as praias, fontes de águas terminais, lagos naturais e artificiais, ilhas, entre outras. A mesma possui, neste momento um total de 35 pensões, pousadas e residenciais, bem como dezenas de espaços de lazer. O quinto Conselho Consultivo do MITUR irá, igualmente, discutir o enquadramento legal dos projectos comunitários, assim como o impacto e desafios do processo da descentralização e desconcentração de competências no licenciamento das actividades turística.

As oportunidades de negócios oferecidas pelo Mundial de Futebol de 2010, a realizar-se na África do Sul, serão também discutidas durante o encontro que reunirá quadros do MITUR vindos de todo o país. O sector de turismo é considerado catalizador de desenvolvimento do país tendo uma contribuição de cerca de dois por cento para o Produto Interno Bruto (PIB).

Dados de 2008 indicam que o sector rendeu cerca de 185 milhões de dólares norte-americanos (USD), contra os 163 milhões USD arrecadados em 2007, 139 milhões de 2006 e 108 milhões de 2005. Apesar das receitas provenientes do turismo estarem a registar uma tendência de crescimento, as mesmas ainda são inferiores, tendo em conta as potencialidades turísticas existentes no país, bem como o número de turistas que o país regista anualmente.

De referir que de 2004 para 2008, a chegada de visitantes internacionais duplicou em Moçambique, ao passar de 711 mil turistas para mais de 1,5 milhão. Dos turistas que entraram para o país, destaque vai para os que provêm da África do Sul, os quais fazem turismo em Moçambique ao longo do ano, com maior afluência em épocas festivas e de férias. Ainda, destacam-se os visitantes provenientes da Grã-Bretanha e de Portugal.

Em 2008, o sector do turismo criou mais de 35 mil postos de trabalho para homens e mulheres, uma tendência que se pretende seja crescente nas comunidades do interior como é o caso das zonas costeiras. Neste momento, existe um total de 17 mil camas em todo o território nacional, depois de no ano 2000 o país ter contado com apenas dez mil.

O volume médio anual de investimentos aprovados no sector do turismo em Moçambique, entre os anos de 2005 e 2008, foi de cerca de 600 milhões USD, cujo pico foi alcançado no ano de 2007, ao se atingir 977 milhões USD.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!