Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Roubo termina em detenção em Maputo

Três indivíduos com idades compreendidas entre 20 e 22 anos encontram-se privados de liberdade, desde o passado fim-de-semana, na capital moçambicana, indiciados de vandalização de um escritório e roubo de material informático.

O roubo ocorreu no Estádio Nacional do Zimpeto, onde os acusados partiram a porta de vidro de um escritório com recurso a uma garrafa e saquearam pelo menos dois computadores um iPad.

Dos três detidos, dois são seguranças daquelas instalações do Estado. Um deles não participou do roubo mas foi envolvido pelo colega.

“A Polícia disse que os roubos aconteciam há muito tempo mas é a primeira vez que fazemos isto”, disse um dos jovens presos na subunidade policial que funciona no Estádio Nacional do Zimpeto.

O outro acusado, residente no bairro T3, disse que foi convidado por um dos seguranças, por sinal seu amigo e vizinho, para juntos assaltarem o referido escritório. “O material era para ser vendido”.

Enquanto isso, um outro grupo de adolescentes está retidos na 7a esquadra da Polícia da República de Moçambique (PRM) em Maputo, devido ao alegado assalto a dois estudantes de um estabelecimento de ensino secundário.

A corporação disse que para lograrem os seus intentos, os visados ameaçaram as vítimas com uma faca.

Uma outra gangue está igualmente presa, na mesma esquadra, acusada de roubo de telemóveis e baterias de viaturas na via pública. Os bens eram supostamente vendidos no mercado Estrela Vermelha, bastante conhecido pela sua maior concentração de gente e comercialização de coisas de origem duvidosa.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!