Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Retrospectiva Abril: Paulo Vahanle proclamado edil de Nampula após derrotar Amisse Cololo

O Conselho Constitucional (CC) validou, no dia 5 de Abril, a segunda volta da eleição intercalar da cidade de Nampula, realizada a 14 de Março, e proclamou o candidato da Renamo, Paulo Vahanle, presidente daquela autarquia, que viveu momentos de turbulência protagonizados pelos seus edis interinos. Um deles, Manuel Tocova, do nada saiu do anonimato e teve fama pelas piores razões à mistura com posse de arma de fogo.

Na primeira volta, a 24 de Janeiro, não houve vencedor no processo que visava a eleição do substituto de Mahamudo Amurane, assassinado na noite de 04 de Outubro de 2017, na sua residência em Nampula. Volvidos cinco meses, o crime continua por esclarecer, à semelhança de tantos outros que envolvem políticos, académicos, pessoas versadas em ciências jurídicas e demais cidadãos.

O candidato da Renamo venceu a segunda volta com 58,60% de votos e deixou para atrás o seu adversário da Frelimo, Amisse Cololo, que amealhou 41,40% de votos. Estavam inscritos 296.500 eleitores, dos quais 67% não se fizeram às urnas.

Pese embora a ocorrência de alguns ilícitos eleitorais, que não retiram a validade do processo, segundo o presidente do CC, Hermenegildo Gamito, este afirmou: “o Conselho Constitucional valida o resultado da segunda volta da eleição do presidente do Conselho Municipal da Cidade de Nampula e proclama eleito” presidente da mesma autarquia “o cidadão Paulo Vahanle”.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!