Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Retrato íntimo de casal gay russo ganha o World Press Photo

Uma fotografia de dois amantes gays em São Petersburgo venceu o World Press Photo of the Year, disseram, esta quinta-feira (12), os organizadores, que seleccionaram uma foto que destaca as crescentes dificuldades dos homossexuais na Rússia.

A foto, em que dois rostos são iluminados pela luz num quarto escuro, venceu a categoria questões contemporâneas e ganhou o prémio principal, superando as costumeiras imagens de conflitos, pelas quais a competição é mais conhecida.

“A vida de lésbicas, gays, bissexuais ou transgêneros está tornar-se cada vez mais difícil na Rússia”, afirmou a World Press Photo, entidade com sede em Amsterdão, num comunicado.

“As minorias sexuais enfrentam discriminação legal e social.” A presidente do júri, Michele McNally, directora de fotografia do New York Times, disse que a imagem é “esteticamente forte, e tem humanidade.”

A foto foi tirada por Mads Nissen, fotógrafo da equipe do jornal dinamarquês Politiken. O primeiro prémio de foto de noticiário local foi para Bulent Kilic, da Turquia, para uma imagem de uma menina ferida cercada pela polícia e encharcada por canhões de água num protesto em Istambul.

A competição recebeu cerca de 100.000 fotos, algumas de guerras e catástrofes naturais, e outras da vida cotidiana.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!