Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Responsável cristão assassinado na Nigéria depois da declaração de estado de emergência

Homens suspeitos de pertencer à seita islamita Boko Haram assassinaram, na noite da Terça-feira (14), um líder cristão no Estado de Borno, no norte da Nigéria, pouco depois de o Presidente Goodluck Jonathan ter decretado o estado de emergência neste Estado e noutros dois devido ao ciclo contínuo de violências perpetradas pela seita.

Segundo informações dadas, Quarta-feira, pela imprensa local, os homens armados mataram o secretário da Associação dos Cristãos da Nigéria (CAN) para o Estado de Borno, Faye Pama Musa, na sua residência em Maiduguri, capital do Estado.

O motivo do assassínio continua desconhecido e nenhum grupo reivindicou ainda. Recorde-se que o Presidente Jonathan disse, na noite da Terça-feira, ter imposto o estado de emergência nos três Estados mais atingidos pela crise criada pela Boko Haram (Adamawa, Borno e Yobe), ordenando o desdobramento de reforços militares em resposta às atividades da desta seita.

Em 2011, o Presidente impôs igualmente o estado de emergência em 15 colectividades locais de quatro Estados do norte do país, de maioria muçulmana, devido a esta mesma crise, todavia isto não ajudou a conter a violência nesta parte da Nigéria.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!