Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

~Renault, BMW e Ferrari apelarão de decisão da FIA a favor da Brawn

As escuderias de Fórmula 1 BMW Sauber, Ferrari e Renault, que tiveram sua reclamação contra Brawn GP, Williams e Toyota rejeitada, decidiram apelar, anunciou a Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

As três escuderias acusam Brawn GP, Toyota e Williams de interpretação errada do novo regulamento sobre os componentes aerodinâmicos. O problema diz respeito aos extratores traseiros dos carros, que fazem o ar circular e dão mais aderência aos veículos.

A FIA considerou os carros da Brawn GP, do brasileiro Rubens Barrichello, Toyota e Williams – três equipes com bons resultados nos treinos da pré-temporada -, dentro do regulamento, o que provocou o descontentamento de outras escuderuas.

“Estamos contentes com a decisão dos comissários de prova, mas não queremos comentar a situação”, afirmou o presidente da Toyota F1, Tadashi Yamashina. A audiência durou seis horas no circuito de Melbourne, onde será disputado no domingo o Grande Prêmio da Austrália, primeira prova da temporada.

BMW Sauber, Ferrari e Renault, que tinham prazo de uma hora para apelar, demoraram apenas 15 minutos para tomar a decisão.

A apelação será examinada entre os GPs da Malásia e da China. “Algumas equipes não fizeram a mesma interpretação do regulamento que as outras.

Não corresponde a mim, e sim à FIA, decidir se é legal ou não”, explicou Mario Thiessen, diretor da BMW Sauber. “Precisamos de um esclarecimento sobre este ponto do regulamento. O mais rápido possível”, completou.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!