Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Renamo desmente ataques a civis em Muxungué

A Renamo, principal partido da oposição em Moçambique, desmentiu este Domingo (7) a autoria de ataques, no sábado(6), a cerca de 30 quilómetros de Muxungué, no centro de Moçambique, contra dois autocarros e um camião-cisterna, que causaram três mortos. “A Renamo não ataca civis, o nosso alvo está bem definido: atacamos quem nos ataca”, disse à agência de noticias portuguesa Lusa o porta-voz do partido, Fernando Mazanga.

“Eles querem imputar-nos esses ataques para confundir a opinião pública”, disse Mazanga, referindo-se ao governo da Frelimo, partido no poder em Moçambique desde a independência, em 1975. “Apelamos à população para não se deixar enganar e para ter cuidado quando circular naquela zona”, acrescentou o porta-voz da Renamo.

Desde a passada quinta-feira que pelo menos uma dezena de pessoas morreram na zona de Muxungué, provínca de Sofala, centro de Moçambique, em resultado de ataques de homens armados, supostamente membros da Renamo, contra uma esquadra da polícia e, no sábado, contra dois autocarros de passageiros e um camião-cisterna.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!