Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Renamo acusa a Frelimo de inviabilizar recenseamento eleitoral em zonas recônditas

Manuel Bissopo, secretário-geral da maior formação política da oposição no país, a Renamo, acusou, esta quarta-feira (05), na cidade de Quelimane, província da Zambézia, a Frelimo de estar a inviabilizar o processo de recenseamento eleitoral nas zonas rurais, onde reside maior parte dos potenciais eleitores.

A fonte referiu-se das constantes avarias que se registam nos equipamentos informáticos, o que, no seu entender, visa permitir que a população não se recenseie e, por via disso, estar impossibilitada de votar no dia 15 de Outubro próximo.

No que diz respeito ao candidato ao próximo pleito, Bissopo negou fornecer qualquer informação alegadamente porque se trata de uma questão que está a ser discutida a nível central, sendo que a decisão poderá ser anunciada após a realização da reunião nacional do partido, cuja data e local do encontro ainda não foram marcados.

Perdiz capacita fiscais em Mocuba

Um total de 100 fiscais do partido Renamo está, desde a manha desta quarta-feira (05), a beneficiar de uma capacitação em matérias relacionadas com o processo eleitoral visando garantir a fiscalização, numa primeira fase, do recenseamento a nível do distrito de Mocuba e, depois, das mesas de voto. A capacitação de fiscais decorre, igualmente, nos postos administrativos do distrito.

Ângelo Sardinha, delegado político da Renamo em Mocuba disse que a formação iniciou tardiamente porque a sua formação política não tinha decidido se podia participar no escrutínio, visto que o diálogo entre o Governo e a Perdiz não tinha alcançado algum consenso em relação ao pacote eleitoral.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!