Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Relatório preliminar sobre queda TM470 não respeita normas internacionais

O vice-presidente do pelouro dos transportes da Confederação das Associações Económicas de Moçambique, Alves Gomes, considerou que o relatório preliminar sobre o despenhamento do voo TM 470 das Linhas Aéres de Moçambique não respeita as normas da Organização de Aviação Civil Internacional (ICAO).

Segundo Alves Gomes, que está a desenvolver uma investigação sobre a queda do voo TM-470, que provocou a morte de 33 pessoas, o relatório preliminar que o Instituto de Aviação Civil de Moçambique (IACM) divulgou, a 21 de dezembro, “não obedece às normas de reporte de acidentes da ICAO”, o que poderá levar a organização a recusar o documento.

Em declarações à agência Lusa, o ex-jornalista e investigador disse que o relatório “se cinge ao que aconteceu nos momentos que antecederam a queda”, não fazendo referência a elementos como as condições meteorológicas ou o número de passageiros, que, segundo Gomes, o “anexo 13 do ICAO”, para o reporte de acidentes, impõe.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!