Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Recuperadas armas de fogo e centenas de munições no sul e norte de Moçambique

A Polícia da República de Moçambique (PRM) recuperou pelo menos nove armas de fogo e 524 munições, na semana finda, na capital do país e nas províncias de Maputo, Gaza e Inhambane. Em conexão com este caso, algumas pessoas foram privadas de liberdade. Contudo, desconhece-se ainda a proveniência do referido material bélico.

Na cidade e província de Maputo a corporação confiscou quatro armas, sendo duas em cada ponto.

Em Gaza foram recuperadas quatro armas, contra uma em Inhambane e igual em Nampula.

Inácio Dina, porta-voz do Comando-Geral da PRM, disse que no dia 01 de Abril em curso, no bairro de Zimpeto em Maputo, foi recuperada uma espingarda com três munições.

A referida arma, supostamente abandonada por indivíduos também não identificados, foi recolhida para a 15a esquadra.

A 03 do mesmo mês, a Polícia deteve na 6a esquadra, um cidadão de 38 anos de idade, foi preso no bairro de Malhangalene “B”, por alegada posse de uma pistola com quatro munições no carregador. O visado não dispunha de licença para o uso do tal instrumento bélico.

No mesmo dia, na província de Maputo, a Polícia da 7a esquadra apreendeu uma arma de fogo de fabrico chinês, que alegadamente pertence a um cidadão de 27 anos, ora na África do Sul.

Segundo Inácio Dina, um parente do jovem em questão recebeu uma encomenda para guardar mas como ninguém disse que de que bem se tratava ele ficou curioso, vasculhou o embrulho e descobriu que se tratava de uma arma de fogo. De imediato comunicou as autoridades.

A 07 de Abril, a Polícia recuperou nove carregadores nas instalações da Igreja Velha Apostólica, no bairro da Liberdade, na cidade da Matola. Cada carregador continha 30 munições obsoletos de uma arma do tipo AK-47, o que significa que no total eram 270 munições, as quais já foram destruídas.

Em Gaza, a corporação recuperou ainda quatro armas, três das quais do tipo caçadeiras e acredita terem sido usadas na caça furtiva. Um indivíduo foi detido no distrito de Massangena, por suposto envolvimento no caso.

Em Inhambane, dois cidadãos de 39 e 46 anos de idade foram neutralizados na zona de Chizapela, no distrito de Homoine, por posse ilegal 246 munições de uma arma AK-47. Na mesma província, um indivíduo caiu nas mãos da Polícia por posse de uma caçadeira com a qual ameaçou alguns cidadãos.

O Comando-Geral disse que as investigações prosseguem com vista a esclarecer a origem destes materiais bélicos.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!