Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Recuperação do dólar e alta das reservas derrubam petróleo

Os preços do petróleo registraram uma forte queda nesta quarta-feira em Nova York e Londres, despencando 3,5% sob o efeito de um inesperado aumento dos estoques de cru dos Estados Unidos e da recuperação do dólar.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril de West Texas Intermediate (designação do “light sweet crude” negociado nos EUA) para entrega em julho terminou a 66,12 dólares, em queda de 2,43 dólares. Na InterContinental Exchange de Londres, o barril de Brent do mar do Norte com o mesmo vencimento perdeu 2,29 dólares, a 65,88 dólares.

“A corrida para os 69 dólares parece ter nos levado quase ao esgotamento”, opinou Phil Flynn, da Alaron Trading. Os preços começaram a cair logo no início da sessão por causa da recuperação do dólar, muito procurado por investidores devido à forte queda dos últimos dias. A isso somou-se o anúncio de um inesperado aumento das reservas de petróleo americanas na semana passada. “Altas maiores que o esperado (com exceção da gasolina,) resultantes de uma recuperação das importações e de uma demanda muito baixa”, fizeram o barril fechar abaixo dos 66 dólares, resumiu Hussein Allidina, do Morgan Stanley.

Num momento em que o mercado esperava mais uma queda dos estoques de cru, seguindo a tendência das últimas três semanas, registrou-se uma forte alta de 2,9 milhões de barris na semana passada. A mesma tendência foi observada em relação aos produtos destilados (diesel e combustível para calefação), cujas reservas aumentaram em 1,6 milhão de barris.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!