Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Recém-nascido desaparece no Hospital Central de Nampula

Na última sexta-feira (19), um recém-nascido desapareceu do berçário do Hospital Central de Nampula (HCN) e suspeita-se de que o mesmo tenha sido levado por um pessoa desconhecida. O sumiço é estranho na medida em que nenhum indivíduo da equipa que estava em servíço sabe explicar o que aconteceu naquele.

A mãe do bebé em causa responde pelo nome de Zena Aiuba Montinho, de 28 anos de idade, residente no bairro de Muatala. Na altura do roubo, ela encontrava-se sob cuidados médicos na Obstetrícia I, após o parto.

A jovem apercebeu-se de que o filho tinha desparecido quando retornou à sala da maternidade. A direcção do HCN reuniu-se para discutir o assunto e perceber o que se passou.

Elénia MMacamo, directora clínica do HCN, disse ao “O País” que na noite em que o bebé sumiu houve 20 partos, dos quais três à cesariana. Destes, um foi da senhora cujo bebé está em parte incerta.

Miguel Bartolomeu, porta-voz do Comando Provincial da Polícia da República de Moçambique (PRM) em Nampula, disse que decorre um trabalho multissectorial com vista a localizar a criança.

Ele disse que uma mulher cujo nome não nos foi revelado deu à luz a um bebé sem vida e abandonou o corpo no leito daquela unidade sanitária. A visada é suspeita de ter orquestrado o roubo. “Essa (senhora) é que é a nossa suspeita”, disse Bartolomeu.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!