Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

https://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.html
ADVERTISEMENT

Qualidade da água nas bacias de Maputo, Umbeluzi e Limpopo é “muito má”

Qualidade da água nas bacias de Maputo

A qualidade da água no Sul de Moçambique, nas nas bacias de Maputo, Umbeluzi e Limpopo é considerada “muito má” pela Direcção Nacional de Gestão de Recursos Hídricos(DNGRH) que aponta o “grande desenvolvimento de actividade agrícola mecanizada aliada a exploração mineira” como as principais causas. Também é considerado mau o precioso líquido nas bacias do Zambeze, Búzi e Púnguè.

O Índice de Qualidade de Água (IQA) na Bacia do Zambeze varia entre 37 e 46 e considerada “má” numa escala em que 90 a 100 corresponde a qualidade excelente, 70 a 90 a qualidade é boa, 50 a 70 a qualidade é moderada, 25 a 50 é má e de 0 a 25 o precioso líquido é classificado como muito mau.

“Esta bacia é caracterizada por uma intensa actividade mineira e fecalismo a céu aberto” indica como causas da má qualidade o mais recente Boletim Nacional de Monitoramento da Qualidade da Água produzido pela DNGRH.

De acordo com a Direcção Nacional de Gestão de Recursos Hídricos o IQA na Bacia do Búzi varia entre 50 e 60 enquanto no Púnguè fica-se pelos 43 e por isso a qualidade da água é “moderada a má” devido ao “elevado índice de actividade mineira artesanal e fecalismo a céu aberto”.

Preocupantes são os índices de Qualidade de Água na Bacia de Maputo que é de 11, na Bacia do Umbeluzi que é de 17, e na Bacia do Limpopo é de 19 a Norte da província de Gaza e por isso é considerada “muito má”.

Boletim Nacional de Monitoramento da Qualidade da Água produzido pela DNGRH

“As bacias do Maputo e Umbeluzi são, caracterizadas por um grande desenvolvimento de actividade agrícola mecanizada aliada a exploração mineira” indica o documento da DNGRH que estamos a citar.

Recorde-se que a água que abastece as cidades de Maputo, Matola e Boane é captada na Bacia do Umbeluzi.

A melhor água de Moçambique pode ser encontrada na Bacia de Montepuez, na província de Cabo Delgado, onde o IQA é de 84.

É ainda considerada “boa” a água nas bacias do Megarruma, Messalo e Lugenda. Nas bacias existentes na província de Nampula o Índice de Qualidade de Água é avaliado como “moderado”.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

error: Content is protected !!