Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

“Banqueiro dos pobres” expulso do banco que fundou

O Governo do Bangladesh expulsou Mohammed Yunus do banco que ele próprio fundou em 2000, o Grameen. O prémio Nobel da Paz, mais conhecido como o “banqueiro dos pobres”, é acusado de evasão fiscal, revelou o jornal El Mundo.

Na origem do processo contra Yunus está um documentário norueguês que denuncia práticas irregulares no Banco Grameen para fugir dos impostos. O Governo noruegês confirmou que o dinheiro que doára ao Grameen fora indevidamente tranferido (para organizações sem fins lucrativos) mas que não havia sido roubado ou mal utilizado.

O Executivo de Dacca aproveitou, porém, o facto de deter 25% do capital do Grameen para exigir a expulsão de Yunus da direcção do banco.

Yunus, que recebeu o prémio Nobel por ter criado o microcrédito como forma de lutar contra a pobreza, afirma estar a ser alvo de uma campanha de difamação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!