Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Puyol anuncia que deixará Barça em junho; jogador deve se aposentar

O defesa Carles Puyol, de 35 anos, anunciou numa conferência de imprensa convocada de urgência nesta terça-feira que deixará o Barcelona ao término desta temporada e, embora não tenha confirmado, o futuro mais provável é a reforma.

O jogador tem contrato até 2016 com o clube catalão, porém, decidiu pôr fim à sua passagem pelo clube devido aos problemas físicos que vem o atrapalhando. No final da temporada, ele divulgará definitivamente seus planos.

Puyol, que está na sua 19ª temporada pelo clube, estava acompanhado de alguns dos seus companheiros e, com um discurso sintético no qual não abriu espaço para perguntas, disse que precisa descansar e que ainda não sabe o que fará depois, dando a enteder que não participará do Mundial de futebol no Brasil.

“O motivo da convocação hoje é para lhes comunicar que ao final desta temporada deixarei de ser jogador do Barcelona. O clube está ciente e estamos de acordo sobre o fato, assim como a rescisão do contrato ignorando os dois anos que ficam pendentes”, afirmou Puyol. “Depois das duas últimas cirurgias no joelho, estou com muita dificuldade para recuperar o nível que eu mesmo exijo para continuar aqui, muito mais do que eu me pensava e mais do que os cirurgiões me disseram”, acrescentou.

Esta incapacidade de atingir o máximo rendimento foi o que o fez querer sair do clube em que foi revelado, mesmo que tenha jogado a última partida do clube e feito um golo na goleada por 4 a 1 sobre o Almería, no último domingo, pelo Campeonato Espanhol.

Apesar do adeus, o defensor em nenhum momento disse que se aposentará como jogador, ao afirmar que o seu objetivo a curto prazo é descansar. “Eu gostaria de comentar três coisas: não saio hoje, porque temos três meses de campeonato e os que me conhecem sabem que não descerei os braços e continuarei lutando até o final para tentar melhorar, ajudar a equipe e conseguir os objetivos da temporada; não sei o que farei no dia 30 de junho; o que sei é que, quando acabar a temporada, precisarei descansar. Estou há quatro anos sem parar por causa das lesões. Depois, verei o que fazer”, explicou.

Assim, com a certeza de que abandonará o clube e com a dúvida se continuará a jogar futebol, Puyol pôs ponto final a um discurso diante da imprensa que não demorou mais de dois minutos, mas prometeu um novo encontro.

“No final de temporada, eu gostaria de conceder uma entrevista para me despedir de todas as pessoas que me acompanharam durante estas 19 temporadas. Quem quiser, quem puder, presidentes, diretores, técnicos, companheiros, gente do clube, jornalistas, amigos, familiares… Nesse dia, responderei a todas as perguntas que fizerem”, encerrou entre aplausos dos seus companheiros e amigos.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!