Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Programa de ajustamento estrutural cria 116.146 desempregados

Até 2003, 116.146 trabalhadores de várias unidades produtivas moçambicanas perderam emprego como resultado do desenvolvimento do chamado Programa de Ajustamento Estrutural pelo Governo.

Na indústria do caju, o número de postos de trabalho caiu de 10 mil para cerca de 1500 trabalhadores, entre 1994 e 1995, alegadamente para aumentar a produtividade de trabalho e organizar os locais de trabalho, segundo resultados de um estudo patrocinado pela Organização dos Trabalhadores de Moçambique – Central Sindical (OTM-CS) feito sobre a dinâmica do actual estágio do mercado de trabalho e os desafios do movimento sindical em Moçambique para melhorar a sua intervenção no desenvolvimento do sector.

O estudo visava igualmente compreender a interacção tripartida dos parceiros, nomeadamente, Governo, empregadores e sindicatos, bem como analisar as tendências do mercado de trabalho para discutir e propor linhas de mediação pela Organização dos Trabalhadores de Moçambique-Central Sindical (OTM-CS).

Os resultados do estudo desenvolvido por Domingos Bihale vão ser apresentados esta quinta-feira, na cidade da Matola.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!