Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

PRM recupera mais armas de fogo no sul e centro de Moçambique

Pelos menos 19 armas de fogo e 10 munições foram recuperadas pelas autoridades policiais, nas semana passada, nas províncias de Maputo, Inhambane, Sofala, Manica, Tete e Zambézia. Quanto ao roubo de vários instrumentos bélicos no Comando Distrital de Mogovolas, na província de Nampula, o Comando-Geral da República de Moçambique (PRM) é reticente ao falar sobre o caso, mas confirma que houve invasão, perpetrada por seis indivíduos.

Na madrugada do último domingo (27), pessoas não identificadas invadiram as instalações do Comando daquela instituição do Estado em Mogovolas, tendo-se apoderado de várias armas de fogo, munições e outros instrumentos bélicos.

Ernesto Bombi, administrador de Mogovolas, confirmou ao matutino Notícias que houve, sim, roubo de armamento e munições. Os membros da corporação tentaram, em vão, deter os supostos bandidos e evitar tal situação.

Porém, no briefing de terça-feira (29), Inácio Dina, porta-voz do Comando-Geral da PRM, confirmou apenas que a incursão foi protagonizada por seis indivíduos, os quais foram perseguidos mas sem sucesso. O agente da Lei e Ordem confirmou igualmente a morte de um elemento da corporação e ferimento do outro, como consequência da referida invasão.

“Esses indivíduos, quando entraram no Comando Distrital [de Mogovolas], entendemos tardiamente, simularam” que estavam lá para “apresentar um facto. A Polícia da permanência estava pronta para os atender (…)”.

Enquanto o oficial de permanência fazia o trabalho que lhe competia, diante dos supostos queixosos, um dos integrantes do bando sacou uma arma de fogo e disparou à queima roupa contra o agente. O colega do malogrado ficou gravemente ferido e até ao fecho desta edição continuava em tratamento médico, segundo Inácio Dina.

O restante grupo retirou-se do local em debandada. Entretanto, uma pessoa suspeita de fazer parte de referida quadrilha encontra-se presa e em audição com vista a ajudar na detenção dos seus presumíveis comparsas.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!