Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Primeiro Ministro do Japão pede ajuda a eleitores para resolver impasse no Parlamento

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, que está no topo das pesquisas de opinião na esperança de que possa reviver uma economia estagnada, pediu a eleitores nesta quinta-feira que apoiem o bloco governista na eleição para o Senado neste mês a fim de acabar com um impasse político de seis anos.

Abe, que voltou ao poder após a grande vitória de seu Partido Liberal Democrata (PLD) na eleição de dezembro na Câmara dos Deputados, deve levar sua coalizão a uma vitória robusta na votação de 21 de julho, solucionando um “Parlamento distorcido”, onde os partidos da oposição controlam o Senado e são capazes de bloquear leis.

Ele começou oficialmente a campanha nesta quinta-feira em Fukushima, no nordeste do Japão, região devastada por um terremoto seguido de tsunami em 2011, o que provocou o desastre nuclear na cidade japonesa. “Por causa de um parlamento distorcido, a reconstrução não progrediu rapidamente, a revitalização da economia não progrediu rapidamente”, disse Abe a uma multidão de cerca de mil pessoas perto de uma estação de trem em Fukushima.

O Japão tem sofrido com um impasse parlamentar desde que Abe levou o PLD a uma grande derrota na votação de 2007 para o Senado. Ele renunciou abruptamente dois meses mais tarde devido ao impasse, à queda no apoio e a problemas de saúde.

O principal partido de oposição, o Partido Democrático do Japão (PDJ), enfrentou dificuldades semelhantes após chegar ao poder em 2009, sendo derrotado na eleição para o Senado de 2010. O apoio público a Abe e ao PLD superam em muito o dos rivais, impulsionado pelas esperanças de que sua receita de política monetária generosa, gasto fiscal e reformas estruturais para alavancar o crescimento possa pôr fim à prolongada estagnação do Japão.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!