Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Prestes a completar 40 anos, a internet ainda se comporta como adolescente

Há 40 anos, Leonard Kleinrock estava longe de imaginar que fenômenos sociais planetários como Facebook, Twitter ou Youtube nasceriam a partir do invento que acabava de criar junto com sua equipe: a internet. “Nos surpreendemos constantemente com as aplicações que surgem”, contou à AFP, enquanto se preparava para soprar na quinta-feira, junto a outros colegas, as 40 velinhas de seu “bebê”, na Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA).

“É uma adolescente agora”, celebrou. “Ainda há um longo caminho a percorrer. Comporta-se de forma imprevisível, mas deu muitas satisfações a seus pais e comunidade”. No dia 29 de Outubro de 1969, o professor Kleinrock estava à frente da equipe que conseguiu, pela primeira vez, fazer “falar” um computador da UCLA com o de um instituto de pesquisa.

Estava guiado pela certeza de que os computadores estavam destinados a comunicar-se entre si e que a rede que surgiria deveria ser tão simples de utilizar como um telefone.

O professor chegou a escrever sua ideia em 1962, num texto universitário que logo publicou. Kleinrock está convencido de que ainda falta muito para se ver na internet. “A próxima etapa é fazê-la entrar no mundo real”, imagina.

A “Internet estará presente em todas as partes. Vou entrar numa casa que saberá que estou lá. Vai falar comigo”.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!