Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Posto administrativo de Lunga não se comunica com a sede distrital de Mossuril em Nampula

As bacias hidrográficas a nível da província de Nampula continuam a registar um significativo aumento dos caudais o que faz com que esteja a provocar a destruição das vias de acesso e infra-estruturas públicas e privadas em consequência das chuvas.

Neste momento, existem informações que referem que o posto administrativo de Lunga não se comunica com a sede do distrito de Mossuril, província de nampula, Norte de Moçambique em virtude da destruição das pontes mercê das descargas atmósféricas. A população de Lunga de vias alternativas para chegar a sede distrital com finalidades diversas, principalmete, a compra dos produtos vendidos nos estabelecimentos comerciais.

Informações apuradas pelo @verdade junto do Instituto Nacional de Calamidades de Nampula indicam que os distritos de Angoche e Mogovolas, também, não se comunicam via terrestre devio ao desabamento da ponte sobre o rio Luazi incluindo a degradação de um troço estimado em cerca de 40 quilometros.

Além de provocar estragos sobre as infra-estruturas, as descargas atmósféricas causaram a morte de pelo menos 19 pessoas, incluindo um total de 1881 casas. As famílias proprietárias dessas residências estão a viver um ambiente difícil devido a perda dos seus bens. Por isso apela-se a solidadariedade de toda a sociedade civil de modo a apoiar as vítimas.

 

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!