Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

População espanca mortalmente três criminosos em Quelimane

Três jovens que em vida respondiam pelos nomes de Areia, residente da unidade residencial Coalane, Zeferino e Borges Afino, ambos do bairro de Chirangano, com idades compreendidas entre 17 e 32 anos, foram agredidos até à morte, na noite da quarta-feira (11) passada, por um grupo de populares, no bairro de Janeiro, na cidade de Quelimane, por tentativa de assalto a uma residência.

Os proprietários da casa aperceberam-se da existência de indivíduos estranhos, gritaram pelo socorro e, em resposta, os vizinhos fizeram-se ao local, tendo detido os três supostos ladrões. Estes, de seguida, foram espancados até à morte e os seus corpos foram arrastados e deitados numa vala de drenagem.

De acordo com Estêvão Norte, do Gabinete de Relações Públicas no Comando Provincial da Polícia da República de Moçambique (PRM) na Zambézia, os três indivíduos eram cadastrados perigosos procurados pela corporação devido ao seu envolvimento em vários crimes com recurso a armas brancas na cidade de Quelimane.

O interlocutor disse ainda que a justiça pelas próprias mãos é um problema novo em Quelimane. E nem foi possível identificar os presumíveis autores  desse acto com vista a sua responsabilização.

Entretanto, decorre um processo de sensibilização da população – que se queixa da ineficácia do trabalho da Polícia – para não enveredar pela justiça pelas próprias mãos em caso da detenção de algum malfeitor.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!