Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Polícia sul-africana abre investigação contra presidente por corrupção

A polícia sul-africana iniciou uma investigação por corrupção contra o presidente do país, Jacob Zuma, depois que os partidos da oposição apresentaram várias denúncias contra o líder, informaram nesta segunda-feira a imprensa local.

O porta-voz da polícia, Salomón Makgale, citado pela agência sul-africana de notícias “SAPA”, disse que os partidos da oposição apresentaram várias denúncias por corrupção, que foram centralizadas e já estão sendo investigadas de maneira conjunta. No entanto, Makgale esclareceu que ainda não foram abertas acusações formais contra Zuma, que em 2007 afrontou mais de 700 acusações por corrupção, lavagem de dinheiro, fraude e crime organizado, embora todas tenham sido retiradas em 2009.

O ministro sul-africano da polícia, Nathi Nhleko, também confirmou que “a investigação já começou”, embora não tenha oferecido mais detalhes.

Recentemente, a opositora Aliança Democrática (AD), entregou à Procuradoria gravações que supostamente provam que o presidente utilizou mais de 15 milhões de euros públicos na reabilitação da sua residência, segundo detalharam a imprensa local. As fitas foram gravadas pelos serviços de inteligência e contêm conversas entre membros da procuradoria supostamente leais a Thabo Mbeki, ex-presidente e adversário de Zuma.

Em Março, a Defensora do povo sul-africano, Thuli Madonsela, também pediu ao presidente que devolvesse parte do dinheiro público investido na polémica reforma de sua residência privada.

Jacob Zuma foi reeleito em Maio com mais de 60% dos votos, apesar dos escândalos de corrupção e abusos de poder nos quais o presidente esteve envolvido.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!