Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Polícia nigeriana matou 23 pessoas após atentado

As forças policiais nigerianas mataram pelo menos 23 pessoas na cidade de Maiduguri, no nordeste do país, em retaliação por um atentado a bomba atribuído a radicais islâmicos, disse a Anistia Internacional na segunda-feira. O grupo Boko Haram, que prega uma maior aplicação da sharia (lei islâmica) no país mais populoso da África, tem promovido tiroteios e atentados com bombas caseiras quase diariamente em Maiduguri e arredores.

O atentado de sábado, perto de um mercado no centro da cidade, feriu três soldados e matou vários civis, segundo autoridades e testemunhas. Moradores então acusaram militares da chamada Força Tarefa Conjunta de usarem a força indiscriminadamente para reagir aos ataques do Boko Haram.

O governo disse que houve apenas casos isolados de abuso. “Revistas casa a casa, brutalidade, prisões ilegais, assassinatos e desaparições têm sido a prática operacional em Maiduguri já há alguns meses”, disse Tawanda Hondora, subdiretora da Anistia Internacional para a África. “A não ser que sejam tomadas medidas para assegurar que as forças de segurança operem dentro da lei e respeitem os direitos humanos sempre, da próxima vez que o Boko Haram atacar ou matar um soldado, provavelmente veremos a mesma coisa se repetir”, acrescentou.

Mais de 250 pessoas já foram mortas desde julho de 2010 por pessoas supostamente ligadas ao Boko Haram, disse a anistia em nota à mídia na segunda-feira. Os ataques geralmente têm como alvos a polícia.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!