Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Polícia baleia mortalmente dois alegados criminosos em Tete

Agentes da Polícia da República de Moçambique (PRM) balearam mortalmente dois cidadãos alegadamente membros de um grupo de assaltantes à mão armada, na madrugada de segunda-feira, na província central de Tete.

O caso ocorreu no distrito de Mutarara, quando os malfeitores tentavam assaltar um estabelecimento comercial. O facto foi confirmado hoje, pelo comandante distrital da PRM de Mutarara, João Sebastião, em decorações à imprensa.

Explicou que o baleamento aconteceu na localidade de Sinjal. Quando se aperceberam da presença de agentes da PRM os malfeitores abriram fogo, que encontrou resposta imediata das forças de manutenção da lei e ordem.

“Foi nesta circunstância que os ladrões foram baleados, tendo perdido a vida no hospital. Não era objectivo dos agentes da PRM matar aqueles cidadãos, mas sim neutralizar os gatunos, que estavam para matar o proprietário de um estabelecimento comercial, para posteriormente roubar os diversos bens”, explicou o comandante da PRM, em Mutarara.

“Os assaltantes foram primeiros a disparar contra os nossos polícias. Em jeito de resposta, as balas acabaram atingindo dois dos três assaltantes que estavam presentes para roubar”, explicou a fonte.

Sebastião fez questão de frisar que a polícia não deve disparar para matar. “Mas, neste caso, se eles (agentes da PRM) ‘adormecessem’ seriam os primeiros a perder a vida, porque os assaltantes não paravam de disparar. Não sabemos o que seria dos nossos agentes se não respondessem ao fogo, com o receio de que se dispararmos vamos matar estes assaltantes”, acrescentou.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!