Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Polícia acusa quatro jovens de semearem terror e manda-os às celas em Tete

Quatro indivíduos com idades que variam de 17 a 31 anos de idade encontram-se a contas com a Polícia da República de Moçambique (PRM) em Tete, desde a semana finda, acusados de perpetrar pânico, assaltos e burlas a cidadãos.

Trata-se de Sílvio Alexandre, de 17 anos de idade, Armando Joaquim e Manito Fino, ambos de 18 anos, e Joaquim Vicente, de 31 anos, todos naturais e residentes no povoado de Mwaladzi, distrito de Moatize.

A corporação contou que os indiciados semeavam terror nas cidades de Tete e Moatize, onde burlavam cidadãos, assaltavam e intentavam assaltos à mão armada.

A Polícia acredita ser este grupo que por volta das 20h00 da passada quinta-feira (09) escalaram um muro de uma casa, onde, munidos de catana e uma arma de fogo do tipo pistola esvaziaram a residência enquanto os donos estavam a dormir.

Apercebendo-se de um barulho estranho na sua habitação, o proprietário despertou mas o supostos meliantes já tinham imobilizado o guarda. Na altura, a quadrilha começou a saquear os bens causando um prejuízo calculado em 3.161.000 meticais.

Segundo a PRM naquele ponto do país, os indivíduos presos podem ser os mesmos que invadiram uma outra casa, na qual se introduziram com recurso a chaves falsas e retiram vários bens.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!