Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Pinto da Costa diz que FC Porto bateu no fundo do poço e faz autocrítica com Lopetegui

O presidente do FC Porto, Jorge Nuno Pinto da Costa, fez uma leitura crítica da temporada e lamentou as decepções sofridas, embora tenha prometido mudanças para o próximo ano para voltar a construir uma equipa que dê garantias. “Chegamos ao fundo do poço”, reconheceu o principal responsável dos “dragões” durante os últimos 34 anos em entrevista à televisão do clube, na qual admitiu a sua parte da culpa por ter concedido “muito poder” ao treinador espanhol Julen Lopetegui, que despediu no mês passado de Janeiro.

“Deixei-o contratar jogadores que me garantia que eram jogadores para jogar e que construía uma grande equipa. Alguns nunca jogaram, contratei jogadores que nem conhecia só fiando-me no parecer dele. A culpa foi minha porque confiei em quem não devia”, afirmou.

Pinto da Costa citou o caso de Adrián López -actualmente emprestado ao Villarreal-, por quem os “dragões” pagaram 11 milhões de euros por 60% do seu passe, e do médio Campaña, hoje no Alcorcón. “Adrián era fundamental, foi um esforço e o seu agente garantiu-me que se não rendia aqui, vendia-o pelo mesmo valor. Fomos enganados, falhou a opinião do treinador e do representante. Sabe quem é o Campaña? Foi um dos que acreditei que era jogador para o FC Porto, mas que nunca tinha visto… Esse foi um dos eleitos pelo senhor Lopetegui”, detalhou.

O presidente, que se apresenta na próxima semana à reeleição -as eleições realizam-se a 17 de Abril-, afirmou que a derrota da segunda-feira passada em casa e contra o último classificado (0 a 1) foi um dos seus piores momentos desde que chegou à presidência. “Foi o dia em que, como adepto, me senti mais envergonhado pelo rendimento do Porto em dezenas de anos”, ressaltou.

Já com José Peseiro no banco, os “dragões” também não melhoraram os seus resultados, embora apesar disso Pinto da Costa defenda o técnico e assegurou que já trabalha com ele na próxima temporada.

Além dos regressos de jogadores emprestados como Otávio, Rafa ou Josúe, o presidente do FC Porto prometeu reforços para voltar ao caminho dos títulos.

Face este fecho de época, Pinto da Costa lembrou que o conjunto azul e branco tem a oportunidade de ganhar a Taça de Portugal, já que alcançou a final, e pediu aos jogadores que demonstrem “carácter” se querem continuar no clube. “É nas dificuldades quando se vê o carácter das pessoas e é agora que vamos ver com quem podemos contar”, recalcou.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!