Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

PGR quer celeridade na recuperação de fundos roubados

O Procurador-Geral da Republica (PGR), Augusto Paulino, instou a todos os magistrados a fortificarem as suas acções de forma a se recuperar os fundos que tem vindo a ser roubados ao Estado moçambicano.

“É preciso que se dê muita atenção aos crimes de desvio de Fundos do Estado. Uma vez denunciados e iniciada a sua investigação, os magistrados devem se apressar a esclarecê-los e, na melhor das hipóteses, procurar recuperar o valor roubado muito antes de ser usado ou as respectivas pistas apagadas”, disse o PGR, de visita a província meridional de Gaza.

Reagindo ao relatório de sindicância elaborado pela Direcção Provincial de Finanças de Gaza e enviado a respectiva Procuradoria Provincial, Paulino frisou que “tudo o que mexe com o dinheiro do Estado deve ser tratado com maior celeridade, sem com isso se pretender dizer que os outros casos não possam ser levados a peito”.

O relatório em questão confirmou o desvio de cerca de 500 mil Meticais (um dólar EUA equivale a cerca de 27,5 Meticais) dos cofres da Administração de Chókwè, em Gaza, mais concretamente da rubrica do Fundo de Investimento de Iniciativa Local (FIIL), também conhecido por “Fundo dos Sete Milhões de Meticais”. Investigações preliminares feitas nos últimos meses do ano passado indicavam para o desvio de 184 mil Meticais por um trio de funcionárias do Estado. O PGR reiterou que “é preciso agir com rapidez de forma a se recuperar os valores roubados. São fundos que muito bem podem ser empregues em obras que garantam a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos”.

A visita do PGR a Gaza tem como finalidade, segundo o “Noticias”, acompanhar as actividades do sector, apoiando os quadros nas diferentes frentes de combate ao crime e à corrupção. Assim, Paulino vai trabalhar em Xai-Xai, Manjacaze, Mabalane, Chókwè e Macia, fazendo-se acompanhar por quadros do seu sector.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!