Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Petróleo tem quinta sessão de queda em Nova York

Os preços do petróleo registraram nesta terça-feira sua quinta sessão consecutiva de queda em Nova York, com os investidores preocupados com a persistente redução da demanda mundial. No New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril do ‘light sweet’ para entrega em agosto perdeu 1,12 dólar em relação ao fechamento de segunda-feira, terminando a 62,93 dólares.

Em Londres, o barril do Brent do Mar do Norte com igual vencimento caiu 82 centavos, fechando a 63,23 dólares. “A previsão de queda da demanda, consequência de estatísticas econômicas decepcionantes, é claramente a primeira motivação dos vendedores”, considerou Mike Fitzpatrick, da MF Global. “Apesar de a economia ter mostrado sinais animadores nos últimos meses, não vemos aparecer a prova concreta de um crescimento econômico duradouro”, acrescentou o analista.

Os preços caíram 8,56 dólares nas cinco últimas sessões. Nesta terça-feira, eles chegaram a 62,53 dólares durante o dia, seu nível mais baixo desde o fim de maio. O mercado continua abalado pelos números sobre o desemprego publicados quinta-feira nos Estados Unidos, que mostraram uma degradação do emprego mais forte que o esperado em junho.

Estes números jogaram um balde de água fria nas esperanças de recuperação, que tinham permitido aos preços efetuarem uma disparada espetacular nos últimos meses. “Os consumidores americanos ainda precisam pagar suas contas, e será complicado para eles gastar e aumentar seu consumo nos próximos meses”, avaliou Andy Lipow, da Lipow Oil Associates.

“Após o feriado de 4 de Julho, os estoques de gasolina vão se manter no mesmo nível. Só teremos informações de baixa” para os preços do petróleo, antecipou. O Dia da Independência nos Estados Unidos costuma marcar um pico no consumo de combustíveis, devido aos deslocamentos de carro.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!