Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Petróleo sobe em Nova York e Londres antes de reunião da Opep

Os preços do petróleo se recuperaram esta terça-feira em Londres e Nova York, com o barril se aproximando dos 82 dólares, sustentado pela queda da moeda americama, na véspera de uma reunião dos países exportadores de petróleo.

No New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril do West Texas Intermediate (designação do “light sweet crude” negociado nos EUA) para entrega em abril terminou a 81,70 dólares, em alta de 1,90 dólar em relação à segunda-feira. Nas sessões anteriores, o barril havia perdido mais de dois dólares, dos quais 1,44 dólar apenas na véspera.

No InterContinentalExchange de Londres, o barril do Brent do Mar do Norte com igual vencimento ganhou 1,13 dólar, fechando a 79,02 dólares. “O cru (WTI) recuperou o que foi perdido ontem (segunda-feira) e até mais”, constatou Andy Lipow, da Lipow Oil Associates, afirmando que o mercado se beneficiou com “a debilidade do dólar: os operadores se interessam então pela compra de matérias-primas”, negociadas em moeda americana. “De hoje até o fim do ano, veremos o petróleo (evoluir) até 90 ou 95 dólares, com a recuperação da economia mundial e a queda da produção em várias regiões do mundo”, afirmou o analista.

Mas, para isso, “precisamos de uma demanda constante e principalmente de uma melhoria da economia americana: já se constata um crescimento (do consumo) na Índia e na China, mas deve se estabilizar na Europa e nos Estados Unidos, mas isso levará, pelo menos, de três a seis meses”, afirmou.

Ao término da reunião de seu Comitê de política monetária, o Federal Reserve (Fed, banco central americano) destacou a melhoria da economia do país e a estabilização do mercado de trabalho, mas estimou que a debilidade da recuperação justifica a manutenção de sua taxa básica próxima de zero durante um longo período.

Segundo Tom Bentz, da BNP Paribas, os preços encontraram “certo apoio em torno dos 79 dólares”. “Tivemos um rebote, mas na realidade continuamos na mesma faixa de evolução de preços, entre 77 e 83 dólares”, disse. O mercado tem os olhos voltados para Viena, onde a Organização de Países Exportadores de Petróleo (Opep) se reúne nesta quarta-feira, e deverá manter suas cotas de produção no nível atual.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!