Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Petróleo continua trajetória de queda e fecha a US$ 70 em NY

Os preços do petróleo fecharam em queda esta segunda-feira em Nova York, operando brevemente abaixo dos 70 dólares, em um mercado que continua temendo as consequências da crise que afeta a zona do euro sobre a recuperação econômica e o consumo de energia.

No New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril do West Texas Intermediate (designação de “light sweet crude”, negociado nos EUA) para entrega em junho fechou em 70,06 dólares, uma queda de 1,55 dólar em relação à sexta-feira. Na sessão, o WTI caiu para 69,27 dólar, seu nível mais baixo desde 5 de outubro de 2009, perdendo cerca de 15 dólares nas últimas semanas.

No InterContinentalExchange, o barril de Brent do Mar do Norte para entrega em julho, novo contrato de referência, perdeu 2,83 dólares, para 75,10 dólares. Essa queda “reflete o que ocorre na Europa, a crise da dívida continua ali”, afirmou Andy Lipow, da Lipow Oil Associates. “O mercado questiona-se sobre a capacidade dos governos de reduzir seus déficits.

Emprestar uns aos outros não resolve o problema.” As drásticas medidas já anunciadas por alguns governos europeus – como Grécia, Espanha e Portugal – para reduzir sua dívida pública, poderão afetar o consumo nos lares, o que reflete no consumo dos combustíveis, lembra Lipow. “O mercado já estava em uma espiral descendente, e o índice Empire State”, que mede a atividade industrial na região de Nova York, “aumentou a pressão” para baixo, observou Jason Schenker, da Prestige Economics.

Esse indicador caiu mais que o previsto em maio, voltando a seu nível mais baixo desde janeiro. “Penso que serão necessários indicadores econômicos muito bons, garantias bem sólidas sobre a crise grega, mudanças fundamentais no nível dos estoques (nos EUA) para que o mercado se recupere de forma significativa”, declarou Schenker. “Existem riscos de novas quedas de preços, ao menos agora”, previu.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!