Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Petróleo continua trajetória de queda e fecha a US$ 70 em NY

Os preços do petróleo fecharam em queda esta segunda-feira em Nova York, operando brevemente abaixo dos 70 dólares, em um mercado que continua temendo as consequências da crise que afeta a zona do euro sobre a recuperação econômica e o consumo de energia.

No New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril do West Texas Intermediate (designação de “light sweet crude”, negociado nos EUA) para entrega em junho fechou em 70,06 dólares, uma queda de 1,55 dólar em relação à sexta-feira. Na sessão, o WTI caiu para 69,27 dólar, seu nível mais baixo desde 5 de outubro de 2009, perdendo cerca de 15 dólares nas últimas semanas.

No InterContinentalExchange, o barril de Brent do Mar do Norte para entrega em julho, novo contrato de referência, perdeu 2,83 dólares, para 75,10 dólares. Essa queda “reflete o que ocorre na Europa, a crise da dívida continua ali”, afirmou Andy Lipow, da Lipow Oil Associates. “O mercado questiona-se sobre a capacidade dos governos de reduzir seus déficits.

Emprestar uns aos outros não resolve o problema.” As drásticas medidas já anunciadas por alguns governos europeus – como Grécia, Espanha e Portugal – para reduzir sua dívida pública, poderão afetar o consumo nos lares, o que reflete no consumo dos combustíveis, lembra Lipow. “O mercado já estava em uma espiral descendente, e o índice Empire State”, que mede a atividade industrial na região de Nova York, “aumentou a pressão” para baixo, observou Jason Schenker, da Prestige Economics.

Esse indicador caiu mais que o previsto em maio, voltando a seu nível mais baixo desde janeiro. “Penso que serão necessários indicadores econômicos muito bons, garantias bem sólidas sobre a crise grega, mudanças fundamentais no nível dos estoques (nos EUA) para que o mercado se recupere de forma significativa”, declarou Schenker. “Existem riscos de novas quedas de preços, ao menos agora”, previu.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!