Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Petrobras preocupada com reforma do setor petroleiro na Nigéria

A Petrobras e a francesa Total manifestaram preocupação com o projeto de reforma do setor de petróleo na Nigéria, terça-feira à noite em um evento em Abuja.

O diretor geral da Petrobras na Nigéria, Rudy Felix Ferreira, afirmou que a empresa brasileira apoia a reforma, mas precisa obter alguns esclarecimentos de certos aspectos. “Devemos saber como passar de algo existente para algo novo. Quais são os ativos hoje? Quais serão os ativos amanhã e depois?”, questionou o diretor da Total, Christophe de Margerie. “Devemos compreender as regras do jogo”, completou Margerie, antes de afirmar que os contratos em vigor há anos na Nigéria estão submetidos a “um regime fiscal muito complexo”.

Os representantes das duas empresas estavam na capital nigeriana para a inauguração de Apko, um importante campo de petróleo que será operado pela Total na costa do delta do Níger. A reforma envolve em primeiro lugar a companhia de petróleo pública nigeriana (NNPC), criticada pela ineficiência. A meta é transformá-la em uma empresa quase autônoma e comercial.

Atualmente a NNPC depende do orçamento do governo e tem dificuldades para cumprir as obrigações financeiras com os sócios estrangeiros.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!