Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Pelo menos sete mortos em colisão no metro de Washington

Pelo menos sete pessoas morreram no choque frontal, na tarde de segunda-feira, entre duas composições de metrô em Washington, informou o prefeito da capital americana. “Confirmamos sete mortes, no pior acidente de metrô da história de Washington”, anunciou o prefeito Adrian Fenty durante coletiva de imprensa, acrescentando que o balanço ainda é parcial.

Mais cedo, no entanto, canais afiliados à emissora CNN citaram altos funcionários do metrô da capital dos Estados Unidos, que informaram o aumento do balanço da tragédia para nove mortos. Adrian Fenty afirmou que esta é a maior quantidade de vítimas nas quatro décadas de história do metrô da cidade.

“Pelo menos 76 pessoas foram retiradas das composições e levadas para o hospital. Dois pacientes estão em situação crítica”, completou. O acidente aconteceu às 17H00 locais na zona nordeste de Washington, em pleno horário de pico. A condutora de uma das composições está entre os feridos, segundo o site da empresa que administra o serviço de metro (Washington Metropolitan Transit Authority, WMATA). O presidente Barack Obama afirmou na noite de segunda-feira que ele e a primeira-dama, Michelle, lamentavam a tragédia.

A Casa Branca está em contato com a prefeitura e permanecerá atenta à situação, segundo Obama. Imagens de TV mostraram pelo menos dois vagões de uma das composições por cima de outra composição. Um dos vagões do trem que ficou em cima estava completamente destruído. As equipes de resgate tiveram trabalho para retirar os feridos. Passageiros que escaparam ilesos choravam, com alguns em estado de choque.

A imprensa foi mantida à distância por um cordão de segurança. “Estava no trem que bateu. Pensei que tinha sido uma explosão, acreditei que era como as bombas no metro de Londres”, contou à AFP Abra Jeffers, em uma referência aos atentados na capital inglesa em julho de 2005. Ela disse ainda que os bombeiros demoraram entre 45 minutos e uma hora para retirar todos os passageiros. “Estava sentada, enviando uma mensagem pelo telefone.

Eu tinha acabado de escrever que havíamos nos chocado contra algo quando voei do meu banco”, relatou à CNN Jodie Wickett, outra passageira. Funcionários do Conselho Nacional de Segurança no Transporte (NTSB) iniciaram uma investigação.

No metro de Washington viajam por dia quase 800.000 passageiros em quatro linhas que ligam a capital aos subúrbios afastados de Virgínia e Maryland.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!