Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

ADVERTISEMENT

Parque Nacional do Zinave vai receber mais animais bravios

O Parque Nacional de Zinave, no distrito de Mabote, província de Inhambane, sul de Moçambique, deverá receber a partir de Junho próximo um total de 100 animais bravios, no quadro de um programa de repovoamento daquela zona de conservação turística.

Segundo António Bacar, administrador do Parque de Zinave, citado pelo Canal de Moçambique, trata-se de animais bravios como: zebras, gazelas, impalas, búfalos, elefantes, entre outras espécies em via de extinção naquele parque, resultante da guerra dos 16 anos bem como da caça furtiva.

O referido número de animais vai ser transportado a partir do Kruger Park, na África do Sul, no quadro de um acordo assinado entre os dois países como forma de tornar o Parque do Zinave mais atractivo para a prática do turismo.

No ano passado, o Parque Nacional de Zinave recebeu uma população de 50 zebras, provenientes, igualmente, do Kruger Park, na África do Sul.

O Parque do Zinave, na Área Transfronteiriça do Limpopo, foi inicialmente proclamado como uma Coutada de Caça em 1962 e promovido a parque nacional em 1972. O rio Save define o limite norte desta área de conservação.

De referir que, para além do Zinave, vários parques e reservas nacionais como o Parque Nacional de Gorongosa, na província de Sofala, e Limpopo, em Gaza, também estão a beneficiar de programas de repovoamento de animais bravios provenientes do Kruger Park.

No entanto, a caça furtiva tem tornado os esforços das autoridades governamentais em vão e, nos últimos anos, tem estado a atingir contornos alarmantes e o elefante é a maior vítima, devido as suas pontas de marfim, comercializados ilegalmente no mercado internacional.

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!