Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Para breve memorando do projecto Chire/Nsanje

O memorando de entendimento para a realização do estudo do impacto ambiental do projecto de abertura dos rios Chire e Zambeze, para permitir a navegação de navios, vai ser rubricado, até ao final do mês em curso, entre Moçambique, Malawi e Zâmbia.

A garantia nesse sentido foi dada em Maputo, pelo Ministro moçambicano dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Oldemiro Baloi, na conferência de imprensa que marcou o encerramento do primeiro dia de trabalhos no âmbito da visita ao país do Presidente do Malawi, Bingo wa Matarika.

O projecto, denominado Canal Fluvial Chire-Zambeze, parte de Nsanje (no Malawi) até ao Porto de Chinde, província da Zambézia, Centro de Moçambique, numa extensão de 240 quilómetros, é de importância para os países envolvidos porque reduzirá o custo de transporte de mercadorias. A assinatura do memorando será seguida da contratação de uma empresa que irá realizar o estudo de Para breve memorando do projecto Chire/Nsanje viabilidade.

‘Vamos rubricar até ao final deste mês um memorando de entendimento, para de seguida contratarmos uma empresa que vai realizaro estudo de impacto ambiental deste projecto’, disse Baloi, acrescentando que o mesmo envolve três países (Moçambique, Malawi e Zâmbia). A assinatura do memorando, segundo Baloi, espelha a abertura e vontade do Executivo moçambicano com relação ao projecto, mas qualquer decisão a tomar está inteiramente condicionada ao resultado do estudo.

O presidente malawiano desloca-se, Terça-feira, a província central de Sofala, onde vai visitar o Porto da Beira, e inteirar-se do seu funcionamento ao serviço da economia do país, assim como dos outros estados regionais situados no interior. Refira-se que esta é a primeira visita de Bingo wa Mutharika a Moçambique, desde que foi reconduzido ao poder após vencer as eleições presidenciais de Maio ultimo com cerca de 65 por cento de votos.

Na sua deslocação ao país, Mutharika faz-se acompanhar dos ministros da Indústria e Comércio, dos Transportes e Comunicações, Energia e outros membros do seu executivo. Os três países são membros da Comunidade de Desenvolvimento da Africa Austral (SADC).

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!