Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Pais devem levar os filhos à vacinação, desparasitação e ao registo de nascimento

As autoridades moçambicanas da Saúde apelam para que os pais e encarregados de educação levem os seus filhos com idades compreendidas entre seis e 59 meses e de 12 a 59 meses, entre 24 e 28 de Novembro em curso, para serem administrados mebendazol, vitamina A e outras vacinas de rotina com vista a crescerem saudáveis, bem como a registarem gratuitamente as crianças com menos de cinco anos de idade.

Espera-se que cerca de 4.100.000 crianças, dos seis aos 59 meses de idade, sejam administradas a vitamina A, 3.600.000 petizes, dos 12 aos 59 meses, sejam administrados mebendazol para eliminar as lombrigas e outros parasitas. Os medicamentos são administrados em todos os postos de saúde do território moçambicano e há brigadas móveis para o efeito.

De acordo com o director nacional adjunto de Saúde Pública, Quinhas Fernandes, que falava esta segunda-feira (24), na abertura da Semana Nacional de Saúde. Durante a mesma campanha, 447.000 mulheres de 15 a 49 anos de idade vão receber instruções e aconselhamentos sobre o planeamento familiar.

Por sua vez, David Simango, presidente do Conselho Municipal de Maputo (CMM), disse que a capital do país vai suplementar a vitamina A a 190.990 crianças dos seis aos 59 meses de idade, desparasitar 168.964 petizes dos 12 aos 59 meses e oferecer aconselhamentos sobre o planeamento familiar a 146.368 homens e mulheres em idade reprodutiva.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!