Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Oposição quer inquérito internacional sobre guerra na região congolesa de Pool

A oposição congolesa reclama pela abertura de um inquérito internacional sobre a guerra de Pool (sul) e crimes conexos, de acordo com uma declaração oficial quarta-feira em Brazzaville.

“Reclamamos pela abertura de um inquérito internacional para esclarecer a guerra na região de Pool e o seu leque de crimes, nomeadamente detenções arbitrárias e desaparecimentos de pessoas, condições desumanas de detenção, prática generalizada da tortura e atentados contra os direitos humanos e liberdades fundamentais”, lê-se neste documento.

Assinou a declaração a presidente de Idc/Frocad (coligação da oposição), Claudine Munari, ex- candidata às presidenciais de março de 2016.

Desde a retirada de Frederick Bitsamou “pasteur Ntoumi” (líder de um partido político congolês), com bombardeamentos e ataques contra bairros do sul de Brazzaville, Pool é palco de violências que já fizeram várias vítimas militares e civis.

A oposição reitera a sua determinação a fazer do ano de 2017 o de libertação dos presos políticos convidando o povo congolês a não se desencorajar, mas que tome nota de quaisquer factos de que ele venha a ser testemunha, mantendo-se pronto para reconquistar a sua plena e inteira soberania.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!