Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

OMS preconiza impostos acrescidos sobre tabaco para salvar milhões de vidas

No quadro do Dia Mundial Sem Tabaco, celebrado a 31 de maio de cada ano, a Organização Mundial da Saúde (OMS) pediu aos países o aumento dos impostos sobre o tabaco para encorajar os utilizadores a cessar de fumar e impedir outras de tornar-se dependentes do tabaco.

A diretora-geral da OMS, Margaret Chan, declarou num comunicado citado pela agências Pana que o aumento dos impostos sobre o tabaco é o meio mais eficaz para reduzir o consumo e salvar vidas, e acrescentou que a ação determinada dos impostos sobre o tabaco afetou a indústria do tabaco nalgumas partes do mundo.

Chan declarou que, após os dados de 2012, a OMS afirma que graças ao aumento de 50 porcento dos impostos sobre o tabaco, todos os países deverão reduzir para 49 milhões o número de fumadores nos próximos três anos e salvar em definitivo 11 milhões de vidas.

« Hoje, uma pessoa morre do tabagismo todos os seis segundos e o tabaco mata metade dos seus utilizadores. Custa igualmente muito caro às famílias, às empresas e aos Governos », sublinhou.

O comunicado cita o diretor do Departamento da OMS para a Prevenção das Doenças Não Transmissíveis, Douglas Bettcher, que afirma que a subida dos preços é duas a três vezes mais eficaz para reduzir o consumo do tabaco tanto para os jovens como para os adultos.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!