Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

O caso Anelka/Domenech é algo inaceitável ser for verdade, diz Sarkozy

O presidente francês Nicolas Sarkozy afirmou este sábado, em São Petersburgo, que os insultos de Nicolas Anelka ao técnico da seleção francesa Raymond Domenech são inaceitáveis se o incidente for confirmado. “Se o incidente publicado esta manhã pela imprensa for certo, já que não sei porque não estava presente, é algo inaceitável”, afirmou Sarkozy em coletiva conjunta com seu colega russo Dimitri Medvedev. O atacante francês Nicolas Anelka, que teria insultado seu técnico Raymond Domenech durante o intervalo da partida França-México (0-2), foi afastado da equipe por indisciplina, anunciou o vice-presidente da Federação Francesa, Noël Le Graët, falando à rádio RTL.

“A decisão acaba de ser tomada. Espero ter uma conversa com (o presidente da Federação Jean-Pierre) Escalettes e Domenech para ver se ele será substituído ou não”, confirmou Le Graët. Mais cedo, a AFP havia constatado que o jogador não estava presente no treino da França este sábado em Knysna.

O jornal L’Equipe afirmou que Anelka insultou o técnico nacional. “Vai tomar no cu, filho da puta”, teria afirmado o atacante no intervalo da partida. Segundo o jornal, o técnico, que não estava satisfeito com mau desempenho do joador, pediu a ele que parasse de ficar mudando de zona por iniciativa própria e se mantivesse mais na ponta, perto da área.

O avançado do Chelsea protestou e o técnico ameaçou substitui-lo. Foi quando o jogador o xingou o técnico, o que fez Donech responder: “Ok, sai”. Depois do incidente, Domenech decidiu substitui-lo por André-Pierre Gignac.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!