Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Novo Parlamento da Líbia pede união; milícias rivais mantêm combates

O novo Parlamento da Líbia fez um apelo pela união nacional na sua primeira sessão formal nesta segunda-feira, enquanto facções armadas rivais lutam pelo domínio de um país que sofre para se manter coeso três anos após a queda de Muammar Khaddafi. Horas antes de o Parlamento reunir-se na cidade de Tobruk, no leste do país, artilharia pesada e disparos de foguetes atingiram o sul e partes do oeste da capital, Trípoli, onde as brigadas Misrata, de inclinação islâmica, vêm lutando há três semanas para expulsar milícias rivais.

Os legisladores reuniram-se num hotel fortemente protegido porque as três semanas de combates em Trípoli e Benghazi tornaram as duas principais cidades da Líbia inseguras para a sessão parlamentar.

Eleita em junho, a Câmara dos Deputados local substitui o Congresso Nacional Geral (CNG) após uma eleição que, segundo analistas, desgastou o domínio político que facções islâmicas ligadas à Irmandade Muçulmana tinham na legislatura. “Uma rápida transição do CNG para o novo Parlamento é vital, porque o país está um caos”, disse o ex-vice-líder do CNG, Azzedine al-Awami.

O ministro da Justiça, Saleh al-Marghani, falando em nome do primeiro-ministro, que está nos Estados Unidos para a Cimeira de Chefes de Estado Africanos, exortou os legisladores a formar um governo de união.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!