Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Nova Zelândia – Eslováquia: O que eles disseram depois do jogo

“É fantástico. Nos últimos cinco anos nunca deixei de acreditar nesta seleção. Jogar uma Copa do Mundo sempre foi o meu sonho, mas ser o treinador é ainda mais incrível. Chegamos à África do Sul com o objetivo de conseguir resultados que nunca tivemos no passado. Já conseguimos isso e contra uma seleção forte. Estamos muito, muito orgulhosos. É o melhor resultado da história do nosso país. Nunca havíamos conquistado nenhum ponto em uma Copa do Mundo. Conseguimos organizar alguns bons ataques e merecemos o resultado que conquistamos.” Ricki Herbert, técnico da Nova Zelândia.

“Foi uma pequena tragédia desportiva para nós. A nossa seleção foi melhor durante toda a partida. Foi mau que não tenhamos conseguido aproveitar as oportunidades que apareceram e então, no último minuto, sofremos o golo de empate. Deixamos o adversário jogar muito à vontade. No entanto, não quero discutir a qualidade do meu grupo de jogdores agora.” Vladimir Weiss, técnico da Eslováquia.

“Foi um momento maravilhoso, grandioso para o futebol neozelandês. Não paramos de acreditar em nós mesmos nos últimos dez minutos. Embora tenhamos desperdiçado uma boa oportunidade, sabíamos muito bem que ainda teríamos outras. É incrível e acredito que o futebol tem boas chances de se tornar o desporto mais popular do nosso país.” Rory Fallon, atacante da Nova Zelândia.

“Estou muito feliz pelo meu golo, mas estou naturalmente muito desapontado, pois chegamos muito perto de vencer a partida. Acredito que merecíamos os três pontos. Para nós foi uma situação muito difícil, mas precisamos esquecer que perdemos dois pontos à toa hoje e olhar apenas para o futuro.” Robert Vittek, atacante da Eslováquia eleito melhor do Jogo.

“Conseguimos criar boas chances na partida. Fiquei decepcionado quando saímos atrás no placar. Além disso, não estávamos conseguindo aproveitar as chances que surgiam. Para o nosso país foi um momento muito especial e um sentimento extraordinário.” Ryan Nelsen, capitão da Nova Zelândia.

“Obviamente, estamos tudo menos felizes. Teria sido perfeito se tivéssemos vencido. Só que a situação mudou depois que levamos esse gol no último minuto. Mas temos de aceitar, pois essas coisas acontecem no futebol. Não temos o que fazer além de tentar enxergar os aspectos positivos do jogo. E, sem dúvidas, precisamos trabalhar para melhorar a nossa defesa para as próximas partidas.” Vladimir Weiss, meio-campista da Eslováquia.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!