Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Nova mina de carvão em Tete vai gerar mais 2205 empregos

Um novo empreendimento mineiro de exploração de carvão mineral deverá entrar em actividade produtiva em 2015 e iniciar com as exportações em 2016, na região de Chitima, província de Tete, devendo criar 2205 novos postos de trabalho, maioritariamente ocupados por moçambicanos.

Trata-se de uma unidade mineira a ser explorada pela firma Eurasian Natural Resources Corporation (ENRC) da Grã-Bretanha que já es- tabeleceu a meta de exportar por ano cerca de 20 milhões de toneladas de carvão mineral a ser produzido a céu aberto, como acontece com a totalidade de minas abertas naquela província por multinacionais estrangeiras.

Presentemente decorre um estudo de impacto ambiental a terminar até finais deste presente ano de 2013, segundo dados preliminares, apresentados esta sexta-feira, em Maputo, por uma empresa de consultoria que ganhou um concurso público internacional lançado pelos donos da companhia britânica ENRC.

A exportação deste recurso será feita através do porto de Nacala, na província nortenha de Nampula, segundo ainda informações avançadas no encontro desta sexta-feira em Maputo, indicando que as obras de montagem da nova mina de Chitima incluem trabalhos de reabilitação e/ ou construção de estradas e linhas férreas para assegurar a exportação do carvão.

Para minimizar possíveis efeitos de contaminação de águas subterrâneas, o estudo do impacto ambiental prevê levar a cabo acções de bombeamento e tratamento regular do líquido, para além da montagem de sistemas de controlo de poeiras nas estradas e zonas de concentração do carvão pronto para exportação para garantir a qualidade do ar na região.

Refira-se que as consultas públicas sobre este novo empreendimento já foram realizadas nas cidade de Maputo, Tete e nos povoados de Chissua e Cavulanice, estes últimos localizados na província central de Tete.

Refira-se ainda que a província de Tete concentra cerca de 32 milhões de toneladas de jazidas de carvão mineral confirmadas, facto que coloca Moçambique no grupo de 10 maiores produtores mundiais deste recurso.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!