Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Nigéria regista primeiro sobrevivente do ébola

Um médico que contraiu o vírus do ébola depois de ter tratado o Liberiano Patrick Sawyer, que introduziu o vírus na Nigéria, conseguiu sobreviver à doença e deixou o hospital, soube a imprensa local domingo, citando um responsável oficial.

O porta-voz do Centro de Operações de Emergência na Nigéria para a doença do vírus do ébola, Adebayo Onajole, confirmou que o médico em causa, não identificado, foi liberto.

O médico, em posto no hospital privado First Consultant Hospital, de Lagos, que admitiu e tratou Sawyer até à sua morte, a 25 de Julho passado, era o primeiro Nigeriano a ser infectado pelo vírus.

Ele recebeu tratamento num centro de isolamento da capital económica nigeriana e o seu relatório revela que as pesquisas levadas a cabo em laboratórios mostram que “o médico está completamente curado”.

Contudo, uma consultora do First Consultant Hopital, que contraiu a doença, estaria num caso crítico. “E está fraco, o seu estado deteriorou-se verdadeiramente hoje”, anunciou, domingo, o jornal independente “Premium Times”.

Além de Sawyer, a Nigéria registou nove casos da doença do Vírus do ébola, dos quais três faleceram, incluindo dois enfermeiros e um oficial do protocolo da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO).

A febre do vírus do ébola declarou-se nos países da África Ocidental, nomeadamente na Guiné-Conakry, Libéria, Serra Leoa e Nigéria. A epidemia fez, no total, mil e 145 mortos dos dois mil e 127 casos, segundo as últimas actualizações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!