Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Nigéria regista primeiro sobrevivente do ébola

Um médico que contraiu o vírus do ébola depois de ter tratado o Liberiano Patrick Sawyer, que introduziu o vírus na Nigéria, conseguiu sobreviver à doença e deixou o hospital, soube a imprensa local domingo, citando um responsável oficial.

O porta-voz do Centro de Operações de Emergência na Nigéria para a doença do vírus do ébola, Adebayo Onajole, confirmou que o médico em causa, não identificado, foi liberto.

O médico, em posto no hospital privado First Consultant Hospital, de Lagos, que admitiu e tratou Sawyer até à sua morte, a 25 de Julho passado, era o primeiro Nigeriano a ser infectado pelo vírus.

Ele recebeu tratamento num centro de isolamento da capital económica nigeriana e o seu relatório revela que as pesquisas levadas a cabo em laboratórios mostram que “o médico está completamente curado”.

Contudo, uma consultora do First Consultant Hopital, que contraiu a doença, estaria num caso crítico. “E está fraco, o seu estado deteriorou-se verdadeiramente hoje”, anunciou, domingo, o jornal independente “Premium Times”.

Além de Sawyer, a Nigéria registou nove casos da doença do Vírus do ébola, dos quais três faleceram, incluindo dois enfermeiros e um oficial do protocolo da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO).

A febre do vírus do ébola declarou-se nos países da África Ocidental, nomeadamente na Guiné-Conakry, Libéria, Serra Leoa e Nigéria. A epidemia fez, no total, mil e 145 mortos dos dois mil e 127 casos, segundo as últimas actualizações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!