Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Neto de Stalin perde acção por difamação contra jornal russo

O neto do ditador soviético Josef Stalin perdeu na terça-feira um processo por “ofensa” aberto contra o jornal opositor russo Novaia Gazeta, ao qual acusava de ter difamado o avô. O tribunal de Moscou que examinava o caso desde meados de Setembro rejeitou a demanda de Evgueni Djugachvili, informou a agência de notícias Ria Novosti, precisando que o veredicto será publicado posteriormente. Ao ser anunciada a decisão, uma parte do público presente na sala de audiências aplaudiu, enquanto outras pessoas gritaram “vergonha”, segundo a agência.

Djugachvili reclamava da Novaia Gazeta 10 milhões de rublos (230.000 euros) por perdas e danos, depois da publicação de uma matéria sobre Stalin, em Abril passado. Nesse artigo, o jornalista Anatoli Iablokov dizia que Stalin teria assinado pessoalmente as ordens de execução de cidadãos soviéticos e de vários milhares de presos poloneses abatidos pelo NKVD (antigo KGB, serviço secreto da extinta URSS) em Katyn (Rússia) em 1940.

Stalin sucedeu a Lênin, tornando-se o segundo líder da União Soviética; ocupou a Secretaria Geral do Partido Comunista do país de 1922 até sua morte, em 1953.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!